Ambiente CPLP- Guiné Equatorial

 


Designação Oficial: República da Guiné Equatorial

Capital: Malabo


Presidente da República: Teodoro Obiang Nguema Mbasogo (desde 3 agosto 1979)

Primeiro-Ministro: Francisco Pascual Obama Asue

Ministro da Agricultura, Pecuária, Florestas e Ambiente: Nicolás Houtonji Acapo

Ministra da Pesca e Recursos Hídricos: Adoración Salas Chonco

Ministro das Obrás Públicas, Habitação e Urbanismos: Diosdado Nsue Medja




Missão Permanente da Guiné Equatorial Junto à CPLP

Embaixador:Tito Mba Ada


Perfil do País


Área total: 28.051 Km2 (18 províncias)

População: 722.254 Milhões de Habitantes (EIU 2013)1

PIB: 20.581,61 (biliões, USD correntes) (2014) 2

Clima: Tropical. Duas Estações: cacimbo (seca) de maio a setembro e das chuvas (mais quente) de setembro a maio.


As principais questões ambientais para a Guiné Equatorial são a escassez de água potável e a desflorestação.

A Guiné Equatorial é vulnerável a tempestades violentas e inundações repentinas.

Desde meados da década de 1990 que a Guiné Equatorial se tornou um dos maiores produtores de petróleo na África Subsaariana, sendo atualmente o terceiro maior produtor de petróleo desta região.

A economia da Guiné Equatorial é fortemente dependente da indústria do petróleo e gás natural, correspondendo a cerca 95% do seu produto interno bruto (PIB) e a 99% das suas receitas de exportação em 2011 (FMI).

A Guiné Equatorial exporta petróleo bruto para os mercados na Ásia, Europa e Américas, sendo a China o maior recetor desse petróleo bruto.




[1] Economist IntelligenceUnit (www.eiu.com)

[2] Banco Mundial:Indicadores de Desenvolvimento Mundial